frase

Blog onde os pais, professores, psicopedagogos, supervisores escolares podem se identificar e buscar apoio e informação

Maiores informações:
vdmzip@hotmail.com / vdmzip@yahoo.com.br

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Gêneros Textuais X Tipos Textuais

Muito se tem falado sobre a diferença entre "tipos textuais" e "gêneros textuais". Alguns teóricos denominam dissertação, narração e descrição como "modos de organização textual", diferenciando-os das nomenclaturas específicas que são consideradas "gêneros textuais".

A fim de simplificar o entendimento de diversos estudos em torno desse assunto, foi criado o quadro abaixo:

Tipos textuais
Gêneros textuais
Designam uma seqüência definida pela  natureza lingüística de sua composição. São observados aspectos lexicais, sintáticos, tempos verbais, relações lógicas.
São os textos materializados encontrados em nosso cotidiano. Esses apresentam características sócio-comunicativas definidas por seu estilo, função, composição, conteúdo e canal.
Narração
Descrição
Argumentação
Injunção
Exposição

Carta pessoal, comercial, bilhete
Diário pessoal, agenda, anotações
Romance
Resenha
Blog
E-mail
Bate-papo (Chat)
Orkut
Vídeo-conferência
Second Life (Realidade virtual)
Fórum
Aula expositiva, virtual
Reunião de condomínio, debate
Entrevista
Lista de compras
Piada
Sermão
Cardápio
Horóscopo
Instruções de uso
Inquérito policial
Telefonema etc.


Para se interpretar bem um texto, é preciso conhecê-lo, reconhecendo sua estrutura e compreendendo seu objetivo. Por isso, quanto mais você ler, e de preferência produções de diferentes gêneros, mais fácil será entender e interpretar um novo escrito. Assim, você enriquece seu vocabulário e seu conhecimento aumenta. As intertextualidades (textos que fazem referência a outros textos) serão, facilmente, identificadas e você poderá saborear melhor cada nova leitura. Lembre-se de que saber e sabor possuem a mesma etimologia (origem).

A seguir serão vistos alguns gêneros textuais encontrados na mídia impressa. Esses são comuns em provas do Centro de Seleção .

Notícia


Relato de fatos ou acontecimentos atuais, geralmente de importância e interesse para a comunidade, sem comentários pessoais, opiniões ou interpretações por parte de quem escreve. Os títulos são chamativos (manchetes) para atrair a atenção de quem lê. No início do texto, freqüentemente, aparece um pequeno resumo com as informações essenciais do fato noticiado (lide).


Reportagem

Relato de fatos de interesse do público, com acréscimo de entrevistas e comentários para que possa ter uma visão mais ampla do assunto tratado. Nesse tipo de texto, podem ocorrer interpretações e opiniões acerca do fato relatado, baseadas em estatísticas, depoimentos e comparações com acontecimentos relacionados ao assunto tratado.


Entrevista

Objetiva registrar um depoimento de uma pessoa pública ou que este esteja relacionada a algum acontecimento atual. É utilizada para dar veracidade a uma reportagem ou para saciar a curiosidade dos leitores sobre aspectos da vida profissional ou pessoal do entrevistado. Para tanto, é organizada na forma de perguntas e respostas. 


Editorial

Texto de caráter opinativo, escrito de maneira impessoal e publicado sem assinatura. Possui estrutura semelhante à de um texto dissertativo, de intenção persuasiva. Nele os editores do veículo expressam, formalmente, sua opinião acerca dos mais diversos assuntos, principalmente, os mais polêmicos e atuais.


Artigo de opinião

Assim como o editorial também é um texto de caráter opinativo. Porém, ao invés de representar a opinião do veículo em que está sendo divulgado, tem caráter pessoal. Logo, deve vir assinado pelo autor, que se responsabiliza pelo conteúdo, ou seja, pelas opiniões apresentadas.


Crônica jornalística

Aborda assuntos e acontecimentos do dia-a-dia, apreendidos pela sensibilidade do cronista e desenvolvidos de forma pessoal por ele. Geralmente, contém ironia e humor, já que seu objetivo principal é fazer uma crítica social ou política. Luís Fernando Veríssimo e João Ubaldo Ribeiro são exemplos atuais desse tipo de texto. 


Resenha crítica

Apresenta o conteúdo de uma obra. Indica-se a forma de abordagem do autor a respeito do tema e da teoria utilizada. É uma análise crítica, pois encerra um conceito de valor emitido pelo resenhista sobre a obra em questão. Pode-se fazer uma resenha crítica sobre um livro, um show, um espetáculo teatral, entre outros. 


Carta do leitor

Texto em que o leitor de jornal ou da revista manifesta seu ponto de vista sobre um determinado assunto da atualidade, usando elementos argumentativos.


Divulgação científica

Textos informativos com vocabulário preciso, frases curtas, ou seja, objetivo. Tem por finalidade divulgar para o grande público as descobertas mais recentes no campo das ciências em geral. 
A utilização de célula-tronco em portadores de deficiências físicas é um tema que se encontra em vários jornais e revistas atualmente.



Assista o vídeo abaixo  e em seguida deixe seu comentário.




">http://




Chat “Um novo gênero textual”



A introdução da escrita eletrônica está produzindo uma cultura eletrônica, com uma nova economia da escrita. Essa situação, , gera o letramento digital, fenômeno a ser melhor conhecido e leva à radicalização da escrita, tornando a sociedade contemporânea textualizada, ou seja, vive um processo de passagem para o plano da escrita. Concomitante ao aparecimento de uma nova forma de letramento, surge também uma nova forma de exclusão, a digital, que afasta um enorme contingente de seres humanos do acesso à informação, na chamada sociedade do conhecimento.Enfim, são os paradoxos criados pela tecnologia.
O Chat como gênero textual caracteriza-se como um espaço para a conversa informal, a chamada sala de bate-papo. Veio substituir, em face das características da vida moderna, a antiga rodinha de amigos. Em sentido amplo, apresenta como características ser uma produção escrita e síncrona, na forma de diálogo, no qual os turnos não ocorrem necessariamente em seqüência encadeada, por razões, muitas vezes, técnicas, sendo os textos produzidos nos turnos de curta extensão. A linguagem utilizada está próxima da oral, porém grafada, típicas do hipertexto, tais como o som, a imagem e a escrita.Pois o internauta utiliza, a fim de simular gestos, sons e atitudes semelhantes à interação face a face como forma de interação entre os membros do grupo. Hoje, essa modalidade genérica tem um papel relevante na vida de muitas pessoas, sobretudo na dos adolescentes.
Também como decorrência da tecnologia, surge a educação a distância e, para garantir um aspecto fundamental do processo de ensino e aprendizagem, qual seja, a interação, cria-se o Chat educacional, apontado por Geraldini (2003), como um instrumento útil para nos apropriarmos de novas formas de organizar e administrar os relacionamentos interpessoais nesse novo contexto, ou seja, nos apropriaremos de novos modos de interação social em um ambiente voltado à construção conjunta do conhecimento. Essa nova forma de interação leva à produção de novas modalidades de enunciados que, pelo uso constante nesse ambiente e nesse tipo de meio, produzem um novo gênero textual.





Em suma, o bate-papo informal, gênero estritamente oral, passa, pela pressão de novos cenários presentes no mundo contemporâneo, por um processo de mudança, gerando o Chat, o qual, por sua vez, sofre adaptações para ser utilizado em uma nova modalidade de educação na qual professor e alunos não partilham o mesmo espaço real, mas interagem por meio do ambiente virtual.






16 comentários:

Anônimo disse...

Saber diferenciar gênero textual de tipo textual é bem complicado. Mas em uma forma mais simples de se entender, podemos dizer que o gênero é o veículo no qual a informação é levada ao leitor, e o tipo esta ligado ao conteúdo do texto.
O chat nada mais é que um reflexo da modernidade. Com a internet se tornando cada vez mais acessível à população mundial, e com a necessidade de nos comunicarmos mais rápido, surgiu esta nova forma de comunicação. Facilitar e agilizar a informação são grandes pontos positivos desse novo gênero, mas com ele também vem o ônus. O chat faz com que o português formal seja deixado de lado por alguns minutos, mas às vezes esses minutos podem se tornar horas, e acabar tomando nosso dia. A grande dificuldade é de ter o discernimento, saber quando se deve usar essa linguagem. O segredo para o sucesso do chat é saber que nem toda informação passamos da mesma maneira. Usado corretamente, este gênero contribui para a rapidez da comunicação, e isso é bom :]

Pedro Valadares / 2ºA

Anônimo disse...

Atualmente existem inúmeras variedades de gêneros e tipos textuais. Uma grande maioria das pessoas confundem o verdadeiro papel desempenhado por ambos. E é justamente essa dúvida que os slides norteiam. Em uma de suas páginas cita uma declaração importante: "gênros e tipos não são opostos, não formam uma dictomia. São complementares e integradas formas constituitivas do texto em funcionamento." Isso quer dizer que o gênero é uma categoria textual, já o tipo trata-se da informação contida no texto tratado pelo gênero; assim os dois em conjunto formam uma aliança gerando a comunicação oral e escrita. Há também uma diferença entre gênero e suporte público, como é o caso dos outdoors, que dão preferência para a publicidade, anúncios, propagandas, comunicados, convites, declarações, editais, etc. Os gêneros textuais estão presentes na sociedade e nos costumes e ao mesmo tempo são parte dessa sociedade e organizam os costumes, desta maneira podem variar de cultura para cultura. Agora com os avaços tecnológicos outros gêneros vem sendo englobados para facilitar a comunicação e encurtar distâncias, como é o caso do chat, mas ao mesmo tempo esse "novo gênero textual", prejudica a linguagem escita uma vez que apresenta marcas da oralidade. Enfim, há inúmeros gêneros e tipos textuais com infinitas funções. Cabe a nós, leitores e interlocutores, saber qual e quando usar e apreciar.

Aline Moraes Guerra/ 2ºA

renierpaulo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
renierpaulo disse...

Existe hoje uma dúvida bem grande em relação aos gêneros textuais e aos tipos textuais, principalmente saber diferenciar e dominar o assunto (confesso que eu nem sabia antes de ler no blog). Há um grande interesse da língua portuguesa para que todos saibam dominar esse assunto, porque ha muitas profissões que é regiamente cobrada essas normas e termos de uso, porque faz parte do meio de comunicação e aprendizado que passa de uma geração a outra,sendo assim, se não dominarmos esses aspectos iremos passar uma forma errada ou mais prática de português a gerações futuras, é o que realmente acontece com a evolução dos idiomas.Um dos principais fatores para isso é a evolução da tecnologia,e apartir dela a criação de um novo gênero textual: "o chat". No chat, criamos maneiras mais simples de comunicar, e nem sempre a correta. Esse novo gênero acelera a tecnologia e retarda o português.

Renier Paulo Gorino / 2ºA

Anônimo disse...

Há uma grande diferença entre Genero Textual e tipo de Texto. Mas para você saber essa difernça você prescisa saber o que e Genero textual e tipo Textual, por que sem você saber, penso que há uma grande que há uma grande semelhança, ou talvez penso, são iguais um ao outro. Mas o que significa, voce nota a diferença. Os professores preocupados tentão passar para os alunos a diferença. Mas há um novo tipo de texto, o chat, que esta mudando o português formal. O aluno esquece a diferença etre genero e tipo, cada vez mais. Tambem há um fator que agrava o ensino a distancia.E com o avanço da tecnologia o portugues formal fica mais para o "lado".


Paulo dos Santos Souza / 2ºA

Anônimo disse...

A diferença do genero textual é o tipo textrual como ele e escrita e a maneira que é ele e interpretado.
Com o chat as pessoas usam abreviaturas de palavras ou seja quando ela vai escreve, tira algumas letras e substituem por outras.
Por outro lado é bom por que você fica informado, com o avanço da tecnologia. E o que passa no mundo.
Com isso voce converca com o mundo inteiro. E nós como devemos saber como ultilizar esse tipo de tecnologia.



Bianca Assunção Duarte. 2ºA

Anônimo disse...

Hoje existe uma dúvida para saber distinguir o que é gênero textual e tipo de textos, e também saber dominar o assunto.
Vou confessar que eu não sabia diferenciar os dois epara entender é preciso saber que tipo de texto é um tipo de comunicação mais rápida e que não se a fala estar correta, e o meio de trasmissão é o chat que está mudando o portugês formal. E com o avanço da tecnologia o portugês formal está sendo retardado.




Maicon Douglas 2A

Anônimo disse...

O português, nossa língua pátria sempre sofreu alterações através dos tempos, desde a mania brasileira de "encurtar as palavras" até a revolução que a tecnologia fez em nossas vidas, tudo isso fez com que o bom e velho português formal fosse deixado de lado, nessa febre de relacionamentos virtuais, a comunicação escrita foi empobrecida pela pressa e hoje os "vc", "tb" e outrasformas mais "rapidas" de escrever tem feito ainda mais transformações no português. Adna

Anônimo disse...

É bem complicado saber diferenciar gênero textual e tipo textual. Se não analisarmos bem da para confundir. Atualmente,os gêneros textuais são os mais utilizados pela população,um exemplo é a internet que se tornou um dos veículos de comunicação mais utilizado, pois nela as informações chegam mais rápido. Infelizmente esse meio de comunicação está fazendo que o portugês formal, seja substituído pelo português informal. Pontuação,erros ortográficos, tudo isso se predomina em chats,orkut,msn e outros tipos de gêneros que esse meio nos oferece. Mas se sabermos utilizar com inteligêcia o modo correto de comunicação por esses meios, contribuiremos para que o português formal não fique de "lado". =]
Jéssica Virgílio A.Carneiro/2ºA

Anônimo disse...

Hoje em dia existe varios tipos e genoros textuais.Atualmente existe uma dúvida para saber distinguir o que é gênero textual e tipo de textos, e também saber dominar o assunto e ate em alguns casos nao sabemos digerenciar o assunto. Pontuação,erros ortográficos, tudo isso se predomina em chats,orkut,msn e outros tipos de gêneros que esse meio nos oferece. O chat faz com que o português formal seja deixado de lado por alguns minutos, mas às vezes esses minutos podem se tornar horas, e acabar tomando nosso dia.Uma das grandes dificuldades é saber quando devemos usar essa linguagens,tambem uma diferença entre gênero e suporte público, como é o caso dos outdoors, que dão preferência para a publicidade, anúncios, propagandas, comunicados, convites, declarações, editais, etc devidoa os avanços tecnologicos o portugues esta sendo mudado cada vez mais.Bom!depende de nos leitor saber diferenciar os generos e saber qual e quando usar e apreciar.:)



Tânia Aparecida costa/2°A

Anônimo disse...

Parabenizo Valéria por cololcar este blog a disposição pois o assunto abordado nele é de inteira importância . È interessante porque fala da ortopia e garanto que muitas pessoas não sabiam o que eram e que agora sabem . Esse blog vai ser um passo para a melhoria do mundo em que vivermos hoje.E os slides vai melhorar aida mais isso.




Poliane Sebastina 2A

Anônimo disse...

Atualmente os jovens nao estao mais se importando muito com os generos textuais e nem com a lingua portuguesa.
Por isso estao proucurando passar para os jovens que atraves da internet tambem existem generos textuais que chamem suas atençoes e que é muito importante para o nosso dia a dia.
Esse blog contem informaçoes importantes,fala sobre a educaçao, sobre os jovens,que sao a grande preocupaçao do futuro.E que com as tecnologias estao deixando de lado o grande importancia dos generos.
Bom,é preciso saber o que sao generos textuais e qual as suas importancias,porque é muito peciso para nossa comunicaçao e para nossa vida.


Mylane Lage/ 2ºA

Anônimo disse...

Para entender cada tipo de genero textual é complicado mas é tentando que se aprende. cada um de nos temos um jeito de entender e compreeder determinados assuntos independetemente da sua finalidade. È preciso saber e entender o que são generos textuais e suas respectivas finalidades, alem disso, sabemos que e nos propostos pelo simples fato de ser útil para o nosso dia a dia. parabenizo voce Valéria por nos ter incentivado a entender e compreeder os assuntos

LIDIANE DE FREITAS 2ºA

Anônimo disse...

aAOs gêneros textuais é um pouco complicado,más é muito importante para todos nós.Mas o que eu mais achei importante foi você ter nos incetivados à fazer estes comentários,pois as informações contidas nele é de uma grande tecnológia de informações,conhecimentos,aprendizagemns,comunicações e outros.Muitas pessoas tem dúvidas sobre o assunto ,assim uns se interessam outros não.O chat è muito moderno para alguns que nâo se interessa pelo português formal ou seja dificultando seu conteùdo e sua comunicaçâo.Para mim o uso desses gêneros de forma corretamente nos eleva a uma experiência para a vida toda. Vanderléia Leite

Camila disse...

Gêneros textuais são tipos específicos de textos de qualquer natureza, literários ou não. Modalidades discursivas constituem as estruturas e as funções sociais (narrativas, dissertativas, argumentativas, procedimentais e exortativas), utilizadas como formas de organizar a linguagem. Dessa forma, podem ser considerados exemplos de gêneros textuais: anúncios, convites, atas, avisos, programas de auditórios, bulas, cartas, comédias, contos de fadas, convênios, crônicas, editoriais, ementas, ensaios, entrevistas, circulares, contratos, decretos, discursos políticos, histórias, instruções de uso, letras de música, leis, mensagens, notícias.
Os tipos textuais, assim, não se limitam especificamente ao literário, ao jornalístico, ao técnico ou ao científico: são, na verdade, modelos gerais, que são escolhidos, adaptados e readaptados de acordo com cada função especifica que exercem na comunicação.O chat é um novo meio de comunicação que pode ser usado para o seu beneficio ou não,depende para quer ele será utilizado.

Camila Duarte 2ºA

Anônimo disse...

Os gêneros textuais e os tipos
textuais estão presentes a todo momento em nosso cotidiano e grande parte das pessoas não sabem diferencia-los. Sinteticamente dizendo gênero textual refere-se às diferentes formas de expressão textual. Nos estudos da Literatura, temos, por exemplo, poesia, crônicas, contos, prosa, etc. Os tipos textuais são estruturas composicionais dos textos. Alguns exemplos, narração, argumentação, exposição, descrição e etc.Um tipo textual pode aparecer em qualquer gênero textual,da mesma forma que um único gênero pode conter mais de um tipo textual. Uma carta, por exemplo, pode ter passagens narrativas, descritivas, injuntivas e assim por diante. O Uso do chat foi uma opção inovadora, afinal foi a primeira vez que um professor nos propôs o meio de comunicação através da internet.
Thaís Alvarenga- 2ºA.